SWEEPER: DESCARBONIZANTE PARA VEÍCULOS DIESEL

CONSUMO EXCESSIVO, PÁRA-ARRANCA, PERDA DE POTÊNCIA, EGR E TURBO GRIPADOS, PANES REPETIDAS…. ?

LIMPE SEM DESMONTAR OS MOTORES DIESEL

VANTAGENS INCOMPARÁVEIS:
Acções curativas para:
-Limpar os injectores:
Restabelece a pulverização dos injectores
Facilita a regeneração dos filtros de partículas
-Eliminar os depósitos nas câmaras de combustão
-Limpar catalisadores, filtros de partículas, armadilhas de NOx
-Desincrustar os turbos sem ser necessário desmontá-los
-Aumentar o rendimento do motor:
Melhora a pulverização do carburante e o escoamento dos gases de escape
-Diminuir o consumo de carburante
-Reduzir sensivelmente as emissões de gás poluentes e com efeito de estufa (CO2, NOx e partículas)

CONSELHO
Em prevenção, utilize Sweeper a partir de 10 000 km e em seguida de 20 000 em 20 000 km ou 1 vez por ano.

PARA LIMPAR É PRECISO RODAR
1/ Deite simplesmente os 2 litros de Sweeper no reservatório do seu veículo, que deve conter pelo menos 25 L de carburante. Assim misturados, os agentes limpadores e lubrificantes Nanotec® Sweeper vão transformar o gasóleo num produto de limpeza poderoso.

2/ Rode normalmente durante cerca de 30 a 35 km

3/ A seguir, encha completamente o reservatório. Enquanto houver carburante rode, se possível, com relações de velocidade baixas para manter a potência do motor abaixo de 3200 rot/m



Conselho: após o tratamento não hesite em substituir o filtro do gasóleo.
Sweeper é recomendado para motores Diesel, de antiga e de nova geração «common rail» (HDI, DCI, JTD…) e para injetores bombas (TDI). A fórmula ultra concentrada de Sweeper, baseada em agentes activos, restabelece primeiramente uma pulverização perfeita do jacto dos injectores. A seguir, como se fossem agentes «anticalcário», os detergentes activos Nanotec® vão ajudar a queimar as fuligens depositadas em diversos lugares estratégicos do motor e do escape. Sweeper suprime qualquer risco de gripagem do turbo e de colmatagem do catalisador e/ou do filtro de partículas.
O uso de Sweeper evita a desmontagem de peças onerosas.

SITUAÇÃO PARADOXAL
Preferidos por consumirem pouco e por possuírem um binário motor elevado, os veículos Diesel são concebidos para rodar em longas distâncias. Porém, são utilizados demasiadas vezes em pequenos trajectos ou pior ainda em percursos essencialmente urbanos…Além disso, facto agravante, a optimização dos motores ligados às normas anti poluição (Euro V), cujo intuito é de reduzir as emissões de CO2 e de Nox, tornam os motores a Diesel extremamente sensíveis aos entupimentos. A título de exemplo, um depósito de 5 mícrons num injector pode provocar uma diminuição de 25% do seu débito. A pulverização de gasóleo tornando-se consequentemente imperfeita, o prazo de inflamação alonga-se formando fuligens que geram a colmatagem progressiva de certos órgãos vitais do motor.

Em consequência dos depósitos de fuligem, produzem-se pressões contrárias, nefastas aos motores turbos porque bloqueiam o gás de escape e reduzem a potência do motor. E como o sistema EGR é obrigado a reciclar partículas em demasia, os danos decorrentes são múltiplos: substituições sucessivas do EGR, admissões de ar colmatadas, gripagem dos turbos, catalisadores e FAP entupidos.


CONTÉM QUEROSENE - NÃO ESPECIFICADO
R44: Risco de explosão se aquecido em ambiente fechado. R65: Nocivo, pode provocar uma deficiência nos pulmões em caso de ingestão. R66: A explosão repetida pode provocar pele seca ou gretada. R52/53: Nocivo para os organismos aquáticos, pode provocar efeitos nefastos a longo término no ambiente aquático. S2: Conservar fora do alcance das crianças. S24: Evitar o contacto com a pele. S56: Este produto e o seu recipiente devem ser eliminados num centro de recolha de resíduos perigosos ou especiais. S62: Em caso de ingestão, não provocar o vómito. Consultar imediatamente um médico e mostrar-lhe a embalagem ou rótulo.